Facebook Pixel

Músicos assinam guitarras para ajudar Amazónia

Leilão de Guitarras Online

| O Rock in Rio lançou hoje, dia 26 de abril, um leilão online de guitarras que foram assinadas, no Pavilhão Branco do Museu da Cidade (Galerias Municipais – EGEAC).

Esta iniciativa nasceu no âmbito do projecto “Amazonia Live” e é uma forma de angariar verbas para a plantação de árvores na Amazónia.

Roberta MedinaPresentes estiveram os artistas, Xutos & Pontapés, que sobem ao Palco Mundo do Rock in Rio-Lisboa 2016, no dia 19 de Maio, e os Capitão Fausto, que actuam no Palco Vodafone a 28, deixando as suas assinaturas nas guitarras para leilão.

Já são mais de três dezenas de guitarras, as que têm vindo a ser angariadas nas várias edições do Rock in Rio e que, a partir de hoje, estão disponíveis para serem licitadas, em www.esolidar.com.
O valor arrecadado com o leilão reverterá, na íntegra, para o projecto “Amazonia Live”, contribuindo para alcançar a meta dos 3 milhões de árvores a plantar.

Os licitadores podem encontrar guitarras assinadas por artistas como Queen ou Bruce Springsteen, que vão passar pela Bela Vista em Maio, ou por músicos que já estiveram em edições passadas do Rock in Rio, como Bryan Adams, Kaiser Chiefs, Joss Stone, Miley Cirus, Sepultura, Evanescence, Calvin Harris, entre muitos outros.

Rock in Rio - Leilão de Guitarras onlineAlgumas das guitarras irão ser assinadas e entregues por alguns dos músicos aos fãs presencialmente, num momento “meet & greet” que acontecerá no Rock in Rio-Lisboa.
Para além das guitarras, do leilão irá constar também um teclado assinado pelo artista norte-americano Charlie Puth, que vai dar o seu primeiro concerto em Portugal dia 29 de Maio, no Palco Mundo da Cidade do Rock.

A “eSolidar – plataforma portuguesa de comércio solidário”, é a entidade que gere este leilão para o mundo inteiro.

Quanto ao projecto “Amazonia Live”, nasceu pelo facto da região da Amazónia ser estratégica, abrigando a mais importante reserva de biodiversidade do mundo, com um papel fundamental na redução do impacto do aquecimento global.
Este projecto irá restaurar as áreas desflorestadas nas cabeceiras e nas nascentes do Rio Xingu, um dos mais importantes afluentes do rio Amazonas.
A organização ambiental Quercus, também abraçou este projecto e será, em Portugal, um dos elementos responsáveis da sua validação técnica.

Fotos: Pedro Sousa Filipe
Fonte: Lift / Jornal Dínamo

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Instagram