ADORA Mediação Imobiliária
Visitar Goste da página Facebook CONTACTAR...

“007: Sem Tempo Para Morrer”

Cinema

| Que dizer depois de ver o último filme do maior agente do mundo do cinema  ̶  007 e como tentar não fazer spoiling do que se viu?

Este é talvez dos artigos mais difíceis de escrever pois, mesmo aqueles que viram o trailer desejam ser surpreendidos.

A única coisa que posso dizer e que já havia sido anunciado pelo próprio actor Daniel Graig, é que este seria o último filme que iria fazer para este franchise e de seguida, o que temos é mesmo a especulação de quem se seguirá à frente deste grande destino.

O que mais posso dizer é que este é um grande filme e que poderá estar à altura de “Casino Royal”.
Não que os outros não tenham sido igualmente fantásticos de ver, sempre com cenas de acção, que não nos deixam respirar, mas talvez porque é assim que o vejo, como os dois filmes que Daniel Craig fez e que mais me entusiasmaram pelo que nos surpreendem.

Mais não digo, a não ser que desta feita James Bond deixou o serviço activo e desfrutar de uma vida tranquila na Jamaica. Mas para um homem destes a paz termina rapidamente quando o seu velho amigo Felix Leiter, da CIA aparece com um pedido de ajuda.

007 – SEM TEMPO PARA MORRER

A missão aparentemente “simples” de resgatar um cientista raptado acaba por ser bastante mais traiçoeira do que o esperado, o que leva Bond a perseguir um misterioso vilão, armado com uma nova tecnologia do mais perigoso que se possa imaginar.

Só isto, fará com que o leitor queira ir a correr ver já este “007: Sem Tempo Para Morrer” na versão original “007: No Time To Die”, que com toda a certeza o deixará maravilhado de todas as maneiras e feitios.

Do elenco para além de Daniel Craig, temos nomes como a actriz cubana Ana de Armas (“Blade Runner” – 2017), Léa Seydoux (“007: Spectre”), Lashana Lynch (“Captain Marvel” – 2019), Ralph Fiennes no papel de ‘M’ e ainda, Ben Whishaw no papel de “Q”, Naomie Harris que desempenha a personagem de Money Penny), Jeffrey Wright, como Felix Leiter e (que já vimos na série “Westworld”) ou Christoph Waltz (“Inglourious Basterds”, que regressa ao personagem Blofeld de “007: Spectre”.

Como vilão da história, vão poder ver um dos actores mais promissores da actualidade e que começa a dispensar apresentações, Rami Malek (vencedor do Óscar® para Melhor Actor em “Bohemian Rhapsody” e Actor principal da Série “Mr. Robot”) no papel de Lyutsifer Safin. Safin é talvez o adversário mais temido por James Bond nesta nova missão.

Rami Malek confessou que na construção do personagem “quis mostrar alguém perturbador, mas que se vê como um herói”.
Para o realizador, “o que Safin faz e está disposto a fazer, tornam-no num personagem assustador”.

007 – Sem Tempo para Morrer

Neal Purvis e Robert Wade voltam a assinar o argumento em colaboração com Cary Joji Fukunaga e Phoebe Waller-Bridge. O filme é produzido pela Eon Productions de Albert R. Broccoli, em parceria com a Metro Goldwyn Mayer Studios.

A banda sonora do filme, com música de Hans Zimmer, inclui o tema original “No Time To Die”, de Billie Eilish, artista vencedora de cinco Grammys, composto em parceria com o seu irmão, o músico FINNEAS e que é a mais jovem artista a cantar uma música oficial do filme, com apenas 19 anos de idade.

Só me resta mesmo dizer: Oh Commander Bond…

O Jornal Dínamo, dá como pontuação a este último filme pelo qual já aguardámos tempo demais 9 numa escala de 1 a 10, porque este é mesmo um dos filmes do ano e não vai na nossa óptica desiludir.

“007: Sem Tempo Para Morrer”, estreia amanhã dia 30 de Setembro nas salas de cinema portuguesas.

Para mais informação sobre o filme, poderá visitar o sítio oficial.

  • 9/10
    Pontuação - 9/10
9/10

Fotos: LPMCOM

 

Ser Biológico
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Instagram