Sónia Adonis Jewellery
Visitar Goste da página Facebook Contacte Adonis Jewellery

15 Anos De Festival Em Portugal

Rock in Rio Lisboa

Neste que é um ano de não haver Rock in Rio Lisboa, eis que tudo muda e o Rock in Rio (tal como diz o seu lema), não pára.

Quando esperávamos ter Rock in Rio Lisboa só em 2020, eis que este ano, não haverá o festival tradicional, mas muita comemoração, ou não fizesse 15 anos que veio para Portugal. A data foi assinalada, com uma festa no Pátio da Galé (Praça do Comércio), com muitas novidades e animação.

Rock in Rio LisboaÀ entrada foi pedido a todos os presentes para deixarem uma mensagem de parabéns e o Jornal Dínamo, não foi excepção e deixou a sua mensagem de congratulações.

De seguida, foi possível ver uma memorabilia das actuações mais marcantes durante estes 15 anos, naquele que é o espaço oficial do evento, o Parque da Bela Vista.

No centro do Pátio, um palco onde um pouco de tudo aconteceu… mas, vamos às novidades.

Este ano, 2019, o Rock in Rio Lisboa, apresenta uma série de eventos que reforçam a oferta cultural do país. Música, gaming e inovação são os principais temas que compõem um calendário que terá o seu apogeu em Setembro, com três dias de festa na Torre de Belém, onde não faltará muita música, video mapping e o maior fogo-de-artifício jamais visto no Tejo.

Em 2020, o evento vai voltar, com mais entretenimento ao Parque da Bela Vista, nos dias 20, 21, 27 e 28 de Junho, com um novo patrocinador principal: a Galp.

Este foi o primeiro anúncio da noite, que anunciou o patrocínio ao Rock in Rio Lisboa para duas edições (2020 e 2022), dando o nome ao palco “Music Valley” e arrancando já no próximo mês de Abril com as “Galp Music Valley Sessions”. Com esta associação ao Rock in Rio, a Galp dá assim, um novo passo na sua estratégia de posicionamento no território da música.

Galp, patrocinador principalAs “Galp Music Valley Sessions” serão encontros inéditos entre artistas portugueses e brasileiros, que num primeiro momento poderão ser vistos em Lisboa. Em Setembro e Outubro, vão repetir-se para mais de 100 mil pessoas no Rock in Rio Brasil, no palco Sunset.

Este ano de 2019, irão levar a maior comitiva de artistas portugueses à edição do Festival no Rio de Janeiro. Agir, Capitão Fausto, Carolina Deslandes, Blaya, Diego Miranda, Kura, Deejay Kamala e VanBreda, são os nomes que estarão a representar as cores da bandeira nacional, na 8ª edição do Rock in Rio Brasil, com espectáculos que poderão ser vistos no “Palco Sunset” e no “New Dance Order” (a nova proposta de música electrónica do festival).

Mas a festa começa mais cedo e em Lisboa, precisamente com as “Galp Music Valley Sessions”, antecipando o encontro no Brasil. Assim, durante Abril e Maio, o Capitólio receberá estes momentos musicais para um grupo restrito de convidados e um conjunto de fãs, seleccionados através de diferentes mecânicas promocionais.

Galp Music Valley SessionsA primeira sessão terá lugar já no dia 11 de Abril, com os portugueses Capitão Fausto a receberem o brasileiro “O Terno”. Dia 30 de Abril, Blaya apresenta-se com a artista Lellê e no dia 23 de Maio, Agir recebe Rael para um momento que se antevê especial. 28 de Maio é a vez de Carolina Deslandes actuar ao lado de Melim.

No Rock in Rio Brasil, a 27 de Setembro a cantora Lellê recebe Blaya; no dia 3 de Outubro o rapper brasileiro Rael recebe o português Agir para o espectáculo “Hip Hop Hurricane” e no último domingo, 6 de Outubro, Carolina Deslandes sobe ao palco com Melim, bem como a banda paulistana “O Terno” que tocará com Capitão Fausto.

Aos encontros de antecipação que se realizam no Capitólio juntam-se renomeados DJs portugueses que, no dia 28 de Setembro, terão o seu lugar no palco “New Dance Order”. Assim, a “Galp Music Valley Sessions” de dia 11 de Abril contará com um set de Diego Miranda; no dia 30 de Abril o encerramento da sessão ficará a cargo de Kura; dia 23 de Maio será a vez de Deejay Kamala, ficando o encerramento das “Galp Music Valley Sessions”, a 28 de Maio, nas mãos de Van Breda.

Para além desta novidade desta nova associação à Galp, o Rock In Rio Lisboa, vai ainda continuar a ter a “Worten Game City” e o “Rock in Rio Innovation Week e Celebration”.

Estas são quatro das propostas de entretenimento do Rock in Rio para este ano, que dão continuidade à aposta do evento nas novas indústrias (caminho que se iniciou no Brasil, em 2017, com a introdução do gaming no recinto) e que em 2018 se expandiu para Portugal com a criação de novos palcos e novos conteúdos na Cidade do Rock.

Agora, e à semelhança do que também aconteceu no Brasil com o GameXP, estes conteúdos (nascidos no seio do festival), serão transportados para fora do recinto, transformando-se em eventos independentes.

Roberta MedinaLisboa irá também ter uma “Worten Game City”, um evento de três dias (31 de Maio, 1 e 2 de Junho), numa “cidade” repleta de experiências para gamers mas, também, para toda a família.

O “Rock in Rio Innovation Week”, também vai ter uma segunda edição, porque o Rock in Rio acredita que as pessoas são o principal agente de transformação na construção de um mundo melhor.

Em 2018, o “Rock in Rio Innovation Week” nasceu com o objectivo de dar palco a conversas sobre os desafios e as oportunidades de um mundo em constante transformação, tendo recebido mais de 1000 participantes, oriundos de 15 países, e 60 horas de talks, painéis e workshops.

Em 2019, o projecto volta maior, com mais espaços, para receber 2000 pessoas, e com uma programação que se alarga no tempo, com encontros a partir do dia 8 de Maio.

De 2 a 5 de Julho, no LACS e arredores, a proposta é de explorar novos modelos mentais, através de três dimensões: Inspiração, Experimentação e Conexão. Sempre com muita música e conversa.

Celebration”, o evento, que comemora os 15 anos de Rock in Rio em Portugal, será aberto ao público e abre no seu primeiro dia com um espectáculo comemorativo e especial, a cargo de orquestra, que revisitará temas que marcaram as oito edições portuguesas do festival, numa composição musical inédita.

A noite de comemoração no Pátio da Galé acabou com uma actuação da “Revenge of the 90’s”, os quais revisitaram artistas e temas inesquecíveis que passaram pelos palcos tanto do Rock In Rio Lisboa, como noutras edições.

Antes de finalizar a noite, o Jornal Dínamo teve ainda oportunidade de falar com Roberta Medina que nos explicou um pouco como um evento pode envolver tanto as pessoas. “Penso que tem a ver com a cultura da empresa. A ideia que o próprio Roberto sempre quis implementar foi a de nunca estar totalmente satisfeito e estar sempre à procura de como fazer melhor. Penso que é importante salientar que nós não fazemos só um evento pelo evento, nós tentamos perceber como impactar as pessoas de forma positiva e isso dá um outro ânimo, um outro olhar muito mais alargado daquilo que queremos que seja também a sociedade. Penso que tem sido essa a fórmula”.

Quanto ao evento em si, Roberta Medina considera-o mais do que um evento de música e deseja fazer muito mais. “Nós temos tido algumas conversas com o MIT, porque nós acreditamos na força da experiência, como um poder de transformação social. Ou seja, nós acreditamos que ao gerar momentos poderosos (e o entretenimento e a música são grandes ferramentas), nós podemos deixar mensagens profundas para que as pessoas carreguem ao longo das suas vidas. Estamos também a começar a investir na educação, que é uma outra ferramenta absolutamente essencial para que esse legado de constante mundo melhor, possa permanecer nas pessoas”.

A terminar, Roberta ainda partilhou que as causas sociais vão continuar a ser uma constante. “Vamos continuar a trabalhar o tema do clima e de como podemos mudar hábitos para o melhorar. Questões como a florestação e mudança de comportamentos para que possamos ter um planeta mais saudável, vão continuar a ser uma bandeira do Rock In Rio”.

Para mais informações poderá visitar o sítio oficial.

Fotos: Pedro Sousa Filipe

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
RSS
Facebook
Facebook
Instagram