Sónia Adonis Jewellery
Visitar Goste da página Facebook Contacte Adonis Jewellery

Bono Vox de A a Z

U2

No começo de 2015 e no site oficial da banda U2, Bono Vox decidiu fazer um A a Z onde fala de coisas tão importantes como os seus filhos, o que fazem, a sua mulher, dos membros da banda e do acidente que teve em Novembro de 2014, sem nunca perder o seu humor característico.

Não esqueceu, a mulher os filhos, os membros dos U2 e seus colegas e amigos, os fans, a Amizade.

Também falou sobre o seu uso de óculos e da descoberta que tem glaucoma, provavelmente devido a muitas sessões de fotografias e exposição à luminosidade extrema.

Bono fala da sua queda de bicicleta que o deixou com fracturas múltiplas, mas onde ele ficou mesmo ferido foi no seu orgulho irlandês. “Eu parti a minha mão, o meu ombro, o cotovelo e magoei a minha cara, mas o meu orgulho Irlandês é que ficou mesmo muito ferido, quando se descobriu que debaixo da minha roupa, estava a usar calções de ciclismo de Lycra preta e amarela. Sim… LYCRA…. Eu sei, isso não tem nada a ver com rock ‘n’ rol”.

ONEBono conta ainda que a recuperação tem sido mais difícil do que eu pensava… E conta que enquanto escreve o seu A a Z, não é claro que volte a tocar guitarra novamente. “A banda no entanto lembrou-me que nem eles, nem a civilização ocidental dependem disso. Penso também… será que o Edge, Jimmy Page, ou outro guitarrista conhecido terão um cotovelo de titânio?, porque todo eu sou cotovelos… é que sou mesmo”.

Bono Vox, não esqueceu de mencionar Malala, Prémio Nobel da Paz, o novo álbum de Noel Gallagher, o qual considera ser um dos grandes compositores, e não só porque é irlandês, e da organização da qual é co-fundador “ONE” que chegou aos 6 milhões de membros, dos quais 2.4 milhões são de África.

Também lembrou a importância de ter uma música nomeada para os Óscares de Hollywood, o qual não ganharam, mas que isso não é de todo o mais importante.

REDNão quis deixar de falar igualmente da organização “RED” ligada a produtos, que comprados, angariam dinheiro para medicamentos para contribuírem para a luta contra o flagelo que continua a ser a SIDA.

Lembra a campanha levada a cabo pela organização “ONE” sobre o vírus do Ébola, que infectou 13.567 pessoas e dizimou 8.000, lembrando que mais do que falar, é importante agir.

W, para Bono é para Weddings (casamentos em português).
Bono, relembra que em 2014 esteve em casamentos importantes, e que são sem dúvida uma grande loucura. “É como saltar de um edifício muito alto e descobrir que se consegue voar. Foi importante estar neles, para perceber porque é que saltámos”.

Para Bono, X é definitivamente para Raio-X, tendo para isso partilhado a radiografia das suas escaramuças, que infelizmente lhe deixaram algumas lembranças.

Y, para a pergunta WhY? Porquê? porque é que Peaches Geldof, Robin Williams, Philip Seymour Hoffman, tiraram a sua própria vida?

E finalmente Z para Geração Zero.
“Há quem lhes chame os milenares”, partilha Bono, “eu chamo-lhe Geração Z, porque eles podem levar-nos à Tolerância Zero, sobre tantas coisas horríveis que estão a acontecer no mundo. À medida que envelhecem, não sei se continuarão a ouvir a nossa música… o que eu sei é que se ainda cá andar, espero ficar surdo pelo ruído alegre de um mundo bastante melhor, causado pelos avanços na ciência, medicina e pela igualdade que possam provocar”.

Fonte: www.u2.com / Jornal Dínamo
Foto: www.oddmag.it

Comentar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
RSS
Facebook
Facebook
Instagram